Alimentação, desporto e bem-estar

Restaurante Tágide – É uma casa portuguesa, com certeza!+ Passatempo

By  | 

Hi Beautis! Restaurante Tágide!

Restaurante Tágide

Somos aquilo que comemos! Ir comer fora é mais do que procurar saciar uma necessidade básica do ser humano. Sair para ir comer fora é uma experiência sensorial. Toda a conjuntura envolvente é passível de nos transmitir algo. Tudo comunica. Desde o local onde está o restaurante, a decoração, os aromas, as cores, a simpatia de quem nos recebe e de quem nos serve.

Cada vez mais procuro experiências! Segundo os especialistas de Marketing, a óptica do produto, chamado tradicionalmente de Marketing 2.0 já não existe. Veja-se que nesta óptica dá-se total atenção ao produto e sobretudo ao consumidor. Até soa bem, não soa? Pois, mas isso todas as empresas oferecem. Aquilo que agora procuramos é o Marketing 3.0, ou seja, a experiência, o intangível, o memorável.

É neste seguimento que vos venho falar da nossa experiência no restaurante Tágide. Situado no centro de Lisboa, e debruçado para o Tejo. Seguimos a calçada Portuguesa até chegar até ele. Ao entrar no edifício fomos completamente absorvidos pelo fascínio visual. O contemporâneo mistura-se com o antigo, e somos remetidos para lembranças dos livros de História.

Ao percorrer o salão do primeiro andar nem queríamos acreditar naquilo que estava ao nosso alcance! Uma vista deslumbrante e de tirar o fôlego sobre Lisboa e o Tejo! A cidade parecia adormecida, ou enfeitiçada por aquela sinfonia das Ninfas do Tejo! Neste momento só consegui sentir-me grata por tanta beleza junta!

Com todo o requinte e simpatia fomos servidos, e foi aqui que a experiência gastronómica começou. Trouxeram-nos uma Amouse bouche, um Endívias com tártaro de corvina.  Estava super fresca e foi uma excelente forma de estimular o palato.

Restaurante Tágide

Já para a entrada pedimos um creme de agrião, vieiras num jardim de Primavera. Um prato com uma criatividade tão peculiar, e de uma beleza atroz! O verde forte do agrião fazia realçar as pequenas flores coloridas! O creme estava uma delícia! E na verdade, a minha vontade era poder comer uma boa pratada daquela sopa tão sensorial!

Restaurante Tágide
Os menus executivos são sempre uma boa opção, assim, temos à nossa escolha aquilo que de mais fresco há naquele dia no restaurante Tágide! Naquele dia foi servido o prato do dia de peixe do menu executivo de almoços, era então robalinho com sabores de caldeirada. Estava magnifico. Com os sabores muito bem conseguidos, e um autentico regalo!

Restaurante Tágide

Nesta altura estávamos completamente deliciados por esta experiência que nos exaltou paladares tão Portugueses. Todavia, nada nos fazia adivinhar o que vinha de seguida! A sobremesa! Um autêntico primor! Um garbo de cortar a respiração. Provamos duas sobremesas, um trio de chocolates, caramelo e pêra-rocha. E morangos com requeijão e rosmaninho.

Restaurante Tágide

Já o vinho que nos acompanhou foi Muros antigos! Um verdadeiro néctar dos Deuses. Adoro vinho mas não tenho estrutura para falar deles, então como leiga aquilo que vos posso adiantar é que este vinho era muito suave e o ideal acompanhante de tamanha refeição!

Relativamente aos preços, deixo-vos aqui tudo em pormenor:

– Amouse bouche:
Endívias com tártaro de corvina  € 12,00

– Entrada:
Creme de agrião, vieiras num jardim de Primavera €18,00

– Prato:
Robalinho com sabores de caldeirada (em actualização)

– Sobremesa:
Trio de chocolates, caramelo e pêra-rocha €12,00
Morangos, requeijão e rosmaninho €10,00

– Vinho:
Muros antigos 6,00 copo 25,00 garrafa

 

Para participares no passatempo vê nesta publicação de facebook.

 

Poderás ter interesse: Snacks para a praia; Restaurante vegetariano PSI.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *